Notícias

ICMS, GIAs e Valor Adicionado é tema de palestra em Cachoeirinha

Evento realizado nessa terça-feira teve como participantes contadores e responsáveis pela escrita fiscal das empresas localizadas no município   A Prefeitura de Cachoeirinha, por meio de sua Secretaria da Fazenda, em parceria com a Essencial Assessoria, promoveu nesta terça-feira (23) a palestra: “ICMS, GIAs e Valor Adicionado - Nova Sistemática”. O evento, realizado na sede da Associação Comercial de Cachoeirinha (ACC), recebeu contadores e responsáveis pela escrita fiscal das empresas localizadas no município. A iniciativa teve como objetivo esclarecer dúvidas dos profissionais da área contábil quanto ao correto preenchimento da Guia de Informação e Apuração (GIA) do ICMS e suas influências na formação do valor adicionado. Representando a Prefeitura, o Secretário da Fazenda, Sérgio Selau, abriu o evento e falou da relevância de iniciativas como esta, que buscam esclarecer os profissionais da área tributária, resultando em uma arrecadação mais precisa. “Como o ICMS é a principal receita do município, o que contribui para a arrecadação é o valor adicionado das empresas, por isso é tão importante a formação dos contadores sobre este tema”, salientou. Também estavam presentes na ocasião os fiscais fazendários municipais Eraldo Veronezi Álvarez Jr. e Fábio Carneiro.   A apresentação A palestra foi ministrada pelos diretores da empresa Essencial Assessoria, Fabio Haeser e Sidnei Lima, ambos consultores atuantes em diversos municípios no assessoramento de questões tributárias, transferências e projetos governamentais. A apresentação contou com demonstrações do correto preenchimento das GIAs, destacando pontos importantes, como a influência das alterações do sistema da GIA, a busca por alternativas que otimizem o valor adicionado, valor adicionado negativo, informação de estoque, entre outros. Os palestrantes tiveram sua palestra enriquecida pela participação de grande parte do público de cerca de 35 pessoas presentes, que esclareceram suas dúvidas fazendo perguntas durante toda a apresentação.   Treinamento é importante Presente no evento, o coordenador do Núcleo de Empresários Contábeis da ACC, Cleber Soares, ressaltou que o treinamento oferecido em uma palestra como a realizada pela Prefeitura e Essencial Assessoria é de muito valor para a classe. “Exemplificar o preenchimento correto da GIA e bastante importante para a otimização do trabalho realizado pelos contadores para seus clientes”, disse. Também participante da palestra, Patrícia Vedoia, da Assemprel Assessoria Empresarial, mostrou-se satisfeita com a apresentação de Fabio Haeser e Sidnei Lima. “Achei a iniciativa bastante produtiva, com a demonstração e respostas às questões dos colegas deu para esclarecer pontos nos quais, até então, eu tinha dúvida”, contou. Representando a Sistema Organizações Contábeis, Vilson Côrrea, elogiou a apresentação dos consultores da Essencial Assessoria. “A palestra foi excelente, em virtude de que a maioria dos escritórios contábeis ainda registram erroneamente as escriturações, principalmente das Notas Fiscais de entrada”, declarou.   Essencial Assessoria A Essencial Assessoria é uma empresa com sólida atuação junto a empreendimentos de diversos setores da economia, provendo serviços de assessoria e consultoria na área tributária e contábil, promovendo ferramentas e inovação tecnológica. Na área tributária, opera na prestação de serviços de assessoria e consultoria aos órgãos e entidades públicas da esfera municipal, defendendo o equilíbrio financeiro do Município, através da adoção de práticas legais de eficiência administrativa, planejamento e de inteligência fiscal. Já na área contábil, atua no assessoramento e acompanhamento dos processos contábeis, fiscais, tributários e de recursos humanos, para assegurar informações e apurações corretas. A empresa também trabalha no desenvolvimento de ferramentas para auxiliar no gerenciamento e monitoramento das informações municipais, fornecendo software e soluções em tecnologia, para promover o crescimento da receita e o aprimoramento dos procedimentos municipais.

23/02/2016

Palestra qualificou profissionais na área de contabilidade

Na sexta-feira, 27 de novembro, a Prefeitura de Novo Hamburgo, por meio da Secretaria da Fazenda (SEMFAZ), por intermédio da Divisão do setor de Imposto Sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS), realizou a palestra com o tema “ICMS, GIAS e Valor Adicionado – Nova Sistemática”. O objetivo do encontro foi orientar e qualificar contadores e escritórios de contabilidade e servidores públicos que atuam no setor. Para o titular da SEMFAZ, Roque Werlang, a atividade proporcionou aos profissionais um melhor compreendimento em relação ao tema. “A qualificação é uma ferramenta facilitadora, pois os contadores exercem um importante papel no Município”, destaca Werlang. Mais de 100 profissionais ligados ao setor contábil estiverem presentes. Entre eles Nilo Hoffman, um dos mais antigos contadores de Novo Hamburgo. Hoffmann trabalha há mais de 50 anos como técnico em contabilidade e observa que qualificação e atualização é importante para ser um bom contador. “É um setor complexo e que muda constantemente. Para sermos bons profissionais temos que estar atentos às mudanças”, obversa. Palestrantes A palestra foi conduzida por dois palestrantes. Fábio Haeser é bacharel em Ciências Econômicas e Direito, especialista em tributação municipal, receitas e projetos intergovernamentais. Atua como consultor em diversos municípios, no assessoramento, nas questões de tributação, transferências e projetos governamentais. Já Sidnei Lima é bacharel em Ciências Contábeis, empresário e perito contábil, delegado do Conselho Regional de Contabilidade do Rio Grande do Sul (CRCRS) no Município de Campo Bom, coordenador da Comissão de Estudo do CRCRS, consultor em diversos municípios no assessoramento nas questões de tributação. “O foco foi esclarecer pontos que, se não forem bem esclarecidos, acabam em erros que prejudicam todo um sintema”, ressalta Lima. “A relação de fiscalização é importante. Trazer ao contabilista a interpretação correta, aprimora o seu trabalho e minimiza a chance de erros”, completa Haeser.

27/11/2015